Voando para Madeira de Low Cost- Como foi voar com a EasyJet

Se você não sabia que eu me mudei para a Ilha da Madeira, bem, agora você sabe 😉 Cheguei na Ilha dia 11 de abril, e voei com a low cost EasyJet para mais essa façanha! A experiência, no geral, foi bastante boa, mas rolou um anúncio do comandante que eu nunca ouvi nos voos que já fiz anteriormente. Fica comigo que eu te conto tudo!

Sobre a EasyJet

A EasyJet Airlines é uma companhia aérea low cost do Reino Unido. Ela atua na Europa junto com outras companhias do segmento low cost, como a já conhecida Ryanair.

Em geral, companhias low cost são ótimas opções para viajar pelo continente europeu, mas não é raro ouvir reclamações sobre o atendimento em diversos setores. Para entusiastas da aviação festiva, como eu, as low cost às vezes oferecem alguns atrativos que vão além dos valores de viagem. A animação dos passageiros jovens que saem mochilando pela Europa, por exemplo, faz do voo algo mais animado. Mas isso é tema para outro post 🙂

Comprando a passagem

Sim, no singular, pois embora eu ainda queira ir à Lisboa para buscar a outra metade das minhas coisas que ficaram lá, eu também quero ver meus amigos que não pude ver antes de vir.

A compra da passagem com a EasyJet, não vou mentir, já era algo que passava pela minha cabeça mesmo antes de pesquisar os valores com outras cias aéreas que voam para a Ilha da Madeira. Eu já voei com a TAP, por exemplo, e queria experimentar a low cost – a oportunidade parecia perfeita! E, mais tarde, surpreendendo um total de zero pessoas, o preço também.

A EasyJet tem valores bastante praticáveis de voo entre Lisboa e a Ilha da Madeira. A passagem “comum” permite que você leve apenas uma malinha pequena, dessas que você consegue encaixar em baixo do assento à sua frente. Por um valor justo, você adiciona uma mala para acomodar no bin (aqueles compartimentos acima dos acentos) e uma mala para despachar ao porão. Me chamou a atenção que o peso da bagagem despachada para a tarifa que escolhi era de 26kg, o que me deixou bastante animada porque fazer as malas com limites de peso baixos são um bocado estressantes quando estamos em um processo de mudança e viagem também no meu caso, porque eu ainda não aprendi a viajar com poucas coisas.

Durante todo o processo de compra, bastante intuitivo e fácil, você pode escolher seu assento gratuitamente. O site da EasyJet é bastante fácil de utilizar e finalizar a compra.

Bonus: no meio de uma pandemia?

As circunstâncias da minha mudança aconteceram no meio da pandemia que vivemos desde o início de 2020. Isso aumentou alguns processos no caminho até aqui. Para começar, eu precisei fazer o exame PCR dias antes de embarcar. Não vou mentir que uma pessoa enfiando um cotonete gigantesco nas suas narinas e garganta não é lá das sensações mais agradáveis, mas é um exame rápido e indolor.

Agendei meu exame na CEDOC, em Lisboa. Por estar viajando à Ilha da Madeira, não precisei pagar pelo exame (o que já é uma enorme vantagem). Entre 48 e 12hrs antes de viajar você também precisa preencher um formulário epidemiológico no site que o governo disponibilizou para tanto, o MadeiraSafe, no qual você pode enviar o resultado negativo do seu PCR – isso facilita um pouco as coisas no seu desembarque.

A equipe do aeroporto faz uma triagem de quem fez o exame e confere os resultados por meio de QR Codes. Eles recolhem alguns dados de contato e te pedem que você fique um pouco mais isolado durante 5 a 7 dias, porque você precisará repetir o exame para atestar que está tudo bem. Por mais chato que isso seja, o fato de você estar em uma ilha justifica suficientemente essa necessidade. As coisas aqui podem sair de controle com mais facilidade e a transferência de infectados aos hospitais do continente, caso as coisas fiquem realmente fora do controle, é bastante complexa por questões logísticas, financeiras e temporais (afinal, você não chega à Portugal continental em menos de 1h30).

Eu recebi, nesta manhã (meu segundo dia na Ilha, mesmo não estando aqui nem a 24hrs) um e-mail do MadeiraSafe pedindo para que eu atualizasse como eu me sentia hoje. Leva, literalmente, 30 segundos para preencher.

Problemas com a passagem? Temos!

Depois de ter efetuado a compra da passagem, liguei no número de telefone indicado para agendar o exame PCR. Você precisa ter em mãos os dados do seu voo, mas eu não recebi um e-mail confirmando a compra da minha passagem. Quando fui logar no site da EasyJet para coletar essas informações… Surpresa! Os meus dados de login não estavam na base de dados.

Considerando que eu sou uma pessoa ansiosa, explicar o gosto do meu coração na boca no meu blog pode ser bastante penoso. Vou me limitar a dizer a versão family friendly daquilo que eu disse naquele momento: “vixe“.

Liguei no SAC da EasyJet para resolver o xabu. O atendimento foi rápido e muito bom! O rapaz que me atendeu foi super paciente, o suficiente para me acalmar da minha ansiedade, e a conversa fluiu numa boa. Acontece que o erro era meu. De fato a compra da passagem havia sido registrada, o meu nome estava na lista de passageiros, contudo, no calor do momento, eu digitei meu e-mail errado. Aí você pode me chamar de burra, pois fui mesmo. Quem nunca?

Não levou nem 10 minutos e estava tudo resolvido. Mais um ponto positivo para a EasyJet!

Vamos voar!

Já no aeroporto, eu cheguei uns minutos mais cedo de iniciar o famigerado baggage drop. Mesmo assim, a equipe de solo da EasyJet foi muito solicita e me permitiu que eu fizesse a entrega da minha bagagem a ser despachada minutos antes (mas antes que vocês achem que “minutos” se referem a meia hora, já esclareço: foram 5 minutos).

Coloquei a bagagem na esteira e dei uma última olhada na minha malinha azul e meus cremes de cabelo e skin care. Não foi necessário mostrar nenhum documento de identificação que não o boarding pass que eu tinha no meu celular. Depois disso, segui até a área segura do aeroporto, onde somente quem vai viajar transita.

O embarque aconteceu no horário previsto. Como a companhia não está vendendo alimentos e nem servindo bebidas nos voos em função da pandemia, achei que era melhor eu comprar uma coxinha no aeroporto antes de embarcar, pois eu estava começando a ficar com dor de cabeça. Sim, tem coxinha na Europa! E sim, apesar de ter coxinhas gostosas, não se comparam às do Brasil ♥️

A chegada na Ilha da Madeira

Embarquei, sentei no meu lugar e fiquei observando os comissários trabalharem até o momento da decolagem. Até aí, nada de novo no front. O voo tinha previsão de duração de 1h30m, o que foi bastante realista. O piloto emitiu um comunicado logo depois da finalização do embarque, em um português interessante. A minha aposta é a de que ele era alemão, por conta das nuances de sotaque e pequenas falhas gramaticais – zero críticas aqui, aprender português é difícil e o dele era muito bom, mas me fez sorrir pelos errinhos fofinhos (sorrir, e não rir. Admiro mesmo quem aprende português e fala bem como ele falou!).

Indo em direção ao meu comportamento em todos os voos que pego e perfeitamente justificável pelo meu esgotamento físico e mental da minha mudança, logo que o avião decolou eu capotei e só fui acordar quando estávamos quase pousando.

Abri meus olhos e olhei pela janela. O azul do mar se confundia com o do céu, foi realmente bonito de se ver. Era possível ver algumas ilhotas no caminho, e pelo que bisbilhotei das conversas dos passageiros próximos, descobri que são ilhotas inabitadas. Vou ser sincera que não sabia que em 2021 ainda temos ilhotas inabitadas por aí…

A paisagem era bonita até mesmo pra mim, que sou uma pessoa extremamente urbana e que costumeiramente diz que bonita é Nova Iorque (mesmo sem nunca ter pisado lá). Eis que escuto um comunicado do nosso simpático comandante que eu nunca havia escutado em nenhum outro voo:

“Atenção tripulação, momento crítico: preparar para o pouso”

do avião meu, Piloto

O aeroporto da Ilha da Madeira é, sim, famoso por pousos que assustam muita gente que tem medo de voar. Devido aos ventos fortes, que são comuns à Ilha, os aviões às vezes precisam pousar de lado (e vamos de axé: é de ladinho que eu lhe acho). Não aconteceu comigo neste voo (o que me trouxe uma pequena decepção, mas oportunidades não faltarão), porém, uma pessoa que tenha medo de voar ao ouvir esse comunicado poderia imaginar o inimaginável.

Pega a pipoca e pula pro 1m15s para a mais pura adrenalina aérea! Irra!

O pouso foi suave, sem grandes problemas. Entretanto, olhando pela janelinha, parece que você vai pousar diretamente na água (se você estiver do lado certo do avião e isso varia de acordo com os ventos). Eu achei o máximo! O aeroporto é pequeno, mas um charme. Logo no desembarque você entra em um corredor com os famosos azulejos portugueses contando um pouco da história portuguesa.

Voltaria a voar com a EasyJet?

Não é surpresa para ninguém que sim. A companhia tem preços justos e, embora o serviço de bordo não estivesse ativo, foi um voo muito agradável. Aos que levaram algo para comer a bordo, como eu fiz, os comissários passaram duas vezes com sacos de lixo para recolher saquetas de papel, garrafas ou guardanapos. A aeronave estava super limpa, também vale comentar.

Minha bagagem despachada chegou até mim sem nenhum arranhão, e não precisei esperar muito. Sei que isso é função aeroportuária, não necessariamente da companhia aérea, mas omitir essa informação não me pareceu justo.

Devo voltar a voar com a EasyJet em breve e, se houver alguma informação discrepante ou que adicione algo a esse post, venho aqui fazer o update! Enquanto isso, fica a impressão de uma companhia aérea low cost que vale muito a pena voar.

Gostou do conteúdo? Então me acompanhe também no Instagram @flaviastamato – mas já aviso que a quantidade de besteiras que eu falo pode trazer risos ao seu dia!

Published by flaviastamato

Publicist and writer, a citizen of the world trying to free herself from writing cliches (but it's so tempting....)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: